Profissão: Missionário

Texto de Evandro Sudre

Trabalho puxado por aqui. Até 13 horas por dia pra planejar, redigir e botar projetos pra rodar. E pra quem pensa que a missão não é uma profissão, eis uma listinha elementar dos nossos afazeres:

TEMPO DEVOCIONAL. Porque no ritmo e da maneira como levamos a vida precisamos de tempo de qualidade com Deus, e bons missionários não abrem mão disso.

ESCREVER AULAS, WORKSHOPS E SERMÕES (porque baixar pronto da internet não faz a gente crescer intelectualmente).

CRIAR PROJETOS que sejam relevantes pra cidade e então formatar esse projeto pra apresentar às equipes de missionários e pra levantar recursos. (E pra mim é bom que além de bom o projeto seja bonito e excelente.)

GERENCIAR OS PROJETOS, com cronograma, lista de tarefas e coordenação de voluntários e também das equipes.

REDIGIR, REDIGIR e REDIGIR, porque enquanto a ideia fica presa na cabeça de um só, dificilmente ela ganha vida própria à ponto de caminhar sozinha.

REUNIÕES, REUNIÕES, REUNIÕES, porque é importante trabalhar em conjunto com outros ministérios e frentes missionários.

DESENHAR E DAR CARA PARA AS PLATAFORMAS de missões. O que significa ficar horas na frente do computador lidando com os vídeos, gravando trilhas, montando cartazes dos eventos além de ajudar outros ministérios missionários que sejam carentes de organização e identidade visual.

ORGANIZAR no mínimo 3 ações práticas por semana, e há bases onde essas ações sejam até 7 por semana (o que demanda que ao menos um missionário trabalhe em tempo integral pra organizar.)

CAPTAR RECURSOS, que muito estranhamente é o pesadelo de 9 entre 10 missionários. Digo estranhamente, porque a Bíblia diz que nossa vocação é nobre, que devemos receber de recursos para continuar servindo com dignidade.

ATENDER PESSOAS, pois os futuros missionários têm buscado o conselho de servidores mais experientes, e é cada vez mais comum dizerem que em suas igrejas eles nunca receberam nenhum tipo de informação sobre quais são os passos para quem quer viver integralmente pra obra de Deus.

CONSCIENTIZAR AS CONGREGAÇÕES que a missão não responde com números ideais. Na verdade, todo missionário é preocupado com resultados, mas não desanima com a falta deles. Na verdade, hoje em dia o número de pessoas que têm uma história trágica sobre suas passagens em igrejas é imensa, e isso dificulta - e muito - o trabalho missionário.

CONSCIENTIZAR A TODOS que o trabalho de base - mesmo o trabalho de escrever essa página - é vital pra missão se manter viva. Sei que muita gente espera que a gente simplesmente saia enfrentando risco de doenças e atentados pelo mundo, porque só na rua, a missão tem cara de missão.

O mundo precisa entender que somos pessoas com uma profissão digna, que levantamos cedo e que dias de folga são dias pouco comuns pra gente. Que a maioria de nós não fez voto de pobreza e que tudo que conquistamos é automaticamente patrimônio da missão... Muita gente provoca missionários que têm casa, carro, bens e equipamentos, como se tivessem tempo ou desejassem usar tudo isso a nosso bel-prazer... E se alguém o fizer, que seja advertido! Por isso é tão importante prestar contas.

NESTE MOMENTO, centenas de missionários estão trancados em seus quartinhos, mesas, quintais e escritórios conspirando em favor da missão, e olhando assim de relance, pode até parecer que estão fazendo pouco, mas estão fazendo muito, e o fruto disso tudo se resume em JUSTIÇA, TRANSFORMAÇÃO, REDENÇÃO e SALVAÇÃO (em vida).

Tire um tempo pra orar por missionários, e pense seriamente sobre enviar ajuda financeira também, muita gente pensa que não, mas 5 ou 10 reais por mês faz bastante diferença quando mais crentes assumem a sua parte no processo!

Jesus disse que volta logo... Não temos tempo a perder!

A corrupção no meio missionário é um assunto sério também. Por isso eu acho tão importante a prestação de contas. Nós missionários precisamos sim "mostrar" o que estamos fazendo, e quem oferta, tem SIM o direito de acompanhar.

Ao mesmo tempo, os missionários precisam entender que ser integral significa trabalhar como qualquer outro trabalhador formal. Cumprir horários, seguir as regras e saber explicar como seus projetos funcionam.

Talvez o termo correto não seja PROFISSIONALIZAR, mas sem dúvida é necessário ter compromisso, excelência e principalmente "ordem" em tudo que fazemos nas missões.

“Trabalhem com entusiasmo e não sejam preguiçosos. Sirvam o Senhor com o coração cheio de fervor. Que a esperança que vocês têm os mantenha alegres; aguentem com paciência os sofrimentos e orem sempre.”‭‭ - Romanos‬ ‭12:11-12‬ ‭

Ainda esqueci de citar o tempo que investimos na rua, e pra muito de nós, o tempo fazendo freelances pra complementar o sustento.

PROFISSÃO: Missionário

MOSTRAR realidades

PROMOVER justiça social

ALCANÇAR grupos de pessoas

FORMAR novos missionários

PLANTAR igrejas saudáveis

É um trabalho e tanto, e você pode nos ajudar a seguir nisso!