Ele sempre esteve lá

O Senhor é bom e fiel. Como posso viver um único dia da minha vida sem louvá-Lo? Será que existe vida fora dos caminhos do Altíssimo Deus? Certamente que não. Ele é o Senhor da vida. E como devemos ser gratos a Ele por nos ter tirado da escuridão para Sua maravilhosa Luz, nos dando um novo coração e um novo Espírito, nos guiando pelos Seus bons caminhos (Ezequiel 36:26-28). Que os homens se voltem para o seu Criador e o louvem, pois Ele é digno. Ah, sim, que os homens se arrependam de seus pecados e se curvem diante dEle. Ainda que me lances fora de Sua presença, ainda assim entoaria os Seus louvores.

Lembro quando tão jovem o Senhor já era comigo. Ah, na verdade, Ele já era comigo desde o ventre. Por volta dos meus 6 a 7 anos de idade, mesmo sem o conhecê-Lo, Ele já me conhecia — então, vendo que minha mãe sairia tão cedo para trabalhar, sendo o sol ainda adormecido, o Senhor me guiou a orar por ela, mesmo sem entender direito o que isso significava, Ele havia colocado em meu coração a confiança nEle. Peguei um pedaço de papel e escrevi: "Senhor Jesus proteja minha mãe. Amém". Ah, isso bastou! O Senhor foi fiel às minhas poucas e ingênuas, porém sinceras, palavras de oração. Só o Senhor sabe quantos livramentos minha mãe recebeu naquela manhã, escapando das mãos daqueles assaltantes que agiam na matina. 

Ele sempre esteve lá. 

Nas pequenas decisões que eu precisei tomar, Ele sempre esteve lá. Quando estive aflito e me sentindo sozinho, Ele sempre esteve lá. Sim! Ainda que meu pai e a minha mãe me abandonem, o SENHOR cuidará de mim (Salmos 27:10). 

Oh! Senhor, tem misericórdia do Teu indigno servo,
ajuda-me, ó Deus meu, e então viverei todos os dias 
para glorificar o Teu nome. Não a nós, SENHOR, não a nós, 
mas ao teu nome dá glória, por amor da tua benignidade e da 
tua verdade. (Salmos 115:1) 



17 abril 2020, manhã.